Rádio Onda Viva

Emissão Online

Ex-diretor disponível para acordo que Varzim tem adiado

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Nuno Ribeiro acusa o Varzim de nada fazer para lhe pagar os 11 mil euros que tem em dívida referentes a salários em atraso e à indemnização pela rescisão de contrato. O antigo diretor-geral do clube reage assim ao comunicado que a direcção varzinista emitiu a propósito da penhora do autocarro da equipa sénior. Nuno Ribeiro diz que está há muito tempo disposto a chegar a um acordo, até com possível perdão de parte do valor em dívida, mas que tem encontrado falta de vontade do outro lado, nomeadamente no pagamento em falta com uma verba proveniente do Atlético de Madrid. O também ex-jogador do Varzim revela que na passada sexta-feira tentou encontrar uma solução que resolvesse o problema, mas a proposta que fez ainda não teve resposta, tendo justificado a última ação com as ameaças que recebeu dos atuais dirigentes. Nuno Ribeiro frisa que tem direito a receber e que até abdica dos juros de mora, mas recusa a ideia de que esteja a tentar paralisar a atividade do clube. A bola está agora do lado do Varzim, que terá de tentar resolver o caso com alguma brevidade para voltar a ter o autocarro à disposição. 

As declarações podem ser ouvidas clicando na edição local da tarde.

Login