Rádio Onda Viva

Emissão Online

Mulher no mar bravo: a história do salvamento

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

hugo santosForam Hugo Santos (na imagem) e Manuel Cunha que estavam a jogar futevólei na praia a retirarem a mulher com 37 anos que estava na ondulação do mar da Póvoa. Os desportistas foram alertados por homem que passava pelo local e correram em direção à água. “Em menos de um minuto já a tínhamos fora da água”, conta ao Correio da Manhã de hoje Hugo Santos que é. professor de natação em escolas, numa piscina e num ginásio tendo sido nadador-salvador durante oito anos – uma experiência que considerou fulcral para lidar com o mar bravo como estava ontem. Foi já a segunda vez que Hugo Santos efetuou um salvamento providencial. Há dois anos resgatou do mar, também na Póvoa, um homem que se sentiu mal quando andava a apanhar mexilhão. Nos dois casos, as histórias terminaram com assistência médica às vítimas, mas ambas foram salvas. Ontem o comandante da capitania Marques Coelho, tinha adiantado à Rádio Onda Viva que o salvamento tinha sido efetuado por um surfista cerca das 12h40, mas o trabalho foi desenvolvido pela dupla referida. Os bombeiros locais enviaram para o local uma ambulância e dois elementos que partilharam o socorro com a equipa da ambulância SIV (Suporte Imediato de Vida) que o INEM (Instituto de Emergência Médica) tem no Centro Hospitalar. Ao que pudemos apurar a mulher, residente em Vila Nova de Famalicão, foi considerada ferida grave devido ao seu elevado estado de hipotermia. 

As declarações podem ser ouvidas na edição local.

   

Login