Rádio Onda Viva

Emissão Online

15% dos peões atravessam passadeiras distraídos ao telemóvel

passadeira peõesQuinze por cento dos peões que atravessaram passadeiras em Lisboa estavam a utilizar o telemóvel, revela um estudo da Prevenção Rodoviária Portuguesa divulgado esta quinta-feira.O estudo foi realizado em 13 dias do mês passado em 20 locais da cidade, com uma amostra de 5.200 peões. Destes, cerca de 780 foram “apanhados” a falar ao telemóvel, a ouvir música, a receber ou enviar mensagens e a ver o email.Quase 6% dos peões atravessaram a estrada com o telemóvel na mão, cerca de 5% estavam a utilizar o telemóvel e outros 6% a ouvir música.Os mais novos, segundo este estudo, foram os que mais estiveram envolvidos nestas actividades.Cerca de 29% dos peões tinham até 30 anos, 17% entre 30 e 60 anos e 2,7% tinham mais de 60 anos.As diferenças entre os dois grupos etários mais novos são explicadas, pelo estudo da Prevenção rodoviária Portuguesa, pela utilização de auriculares.Curioso é o facto de o uso de auriculares se verificar sobretudo ao início da manhã. Já à hora de almoço e durante a tarde os peões usam o telemóvel para falar.As percentagens de utilização do telemóvel ou de auriculares nas passadeiras com semáforos foram iguais tanto com sinal verde como com sinal vermelho para peões. Este estudo em Portugal é semelhante a outro estudo internacional realizado pela empresa Dekra. Na comparação há dados interessantes.A cidade sueca de Estocolmo é a capital europeia com o maior índice de utilização do telemóvel por parte dos peões (23%), logo seguido por Lisboa, com 15,6%. Berlim chega aos 15% e Paris regista 14,5%.Os dados da sinistralidade no concelho de Lisboa mostram que entre 2010 a 2015 mais de metade (54%) das vítimas mortais de acidentes rodoviários eram peões.

Texto e foto: Rádio Renascença

Comentar

A Rádio Onda Viva apela aos leitores para que utilizem este espaço para um debate sério e construtivo, dispensando-se, para o bem de todos, o insulto e a injúria gratuitos. Desaconselha-se o uso exclusivo de maiúsculas e a repetição de comentários. Comentários inadequados devem ser denunciados e quando tiverem mais de cinco denúncias serão eliminados. O IP do leitor não será revelado mas ficará registado na base de dados.


Código de segurança
Atualizar

Login